le likes

Tatuagens no formol


A Foto8 apresentou um artigo (e uma galeria de fotos) interessantíssimo sobre a coleção de tatuagem no Departamento de Medicina Legal na Universidade Jagiellonian, na Polónia: 60 pedaços de carne humana tatuada conservados em formol, coletados a partir da autópsia de prisioneiros mortos de uma penitenciária estadual.

Um pouco sobre o artigo (tradução livre):

A maioria das tatuagens de prisão representam conexões entre os presos, uma espécie de código secreto. A coleção de tatuagens foi criada com o objectivo de decifrar este código já bem conhecido entre os sentenciados. Ao olhar atentamente para as tatuagens de um preso, é possível decifrar suas características, o temperamento, o passado, o local de residência ou do grupo criminoso em que estive envolvido.

Isso é uma prática comum na Polônia. Nos anos 60, ter uma tattoo de prisão requeria habilidades especiais e ambição no mundo do crime, já que cada tatuagem era uma forma de ‘enobrecimento’ do marginal.

Confira aqui o artigo (em inglês). Via.

bloglovin

Anúncios

2 pensamentos sobre “Tatuagens no formol

  1. Pingback: Tweets that mention Tatuagens no formol « nina likes -- Topsy.com

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s